Defesa retira 10 testemunhas a três dias do júri

0
Foto: Três Passos News/Divulgação

Julgamento dos quatro réus terá ampla cobertura do AU

Leandro Boldrini, Graziele Ugulini, Evandro e Edelvânia Wirganovicz – acusados pela morte de Bernardo Boldrini – sentarão no banco dos réus em julgamento que tem duração prevista para uma semana e que se inicia às 9h30min de segunda-feira, 11. A menos de três dias do início do júri popular, 10 testemunhas foram retiradas da lista pelos advogados dos quatro acusados de assassinar a criança. Assim, 18 pessoas serão ouvidas pelos sete jurados, em vez das 28 iniciais.

O advogado Hélio Francisco Sauer, que defende o réu Evandro Wirganovicz, retirou todas as suas oito testemunhas. Procurado por GaúchaZH, ele preferiu não comentar a estratégia da defesa e o motivo da redução. Duas testemunhas do pai de Bernardo, Leandro Boldrini, também foram removidas da lista pelo seu advogado, Ezequiel Vetoretti.

Transmissão

Com autorização do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, o jornal O Alto Uruguai terá acesso ao salão do júri em Três Passos e irá acompanhar todo o julgamento. Os desdobramentos do julgamento poderão ser vistos nas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram) e nas edições impressas.

 

O caso:

Conforme o apurado através de investigações, Bernardo foi morto com uma superdosagem da medicação Midazolam, aplicada pela enfermeira e madrasta da criança Graciele Ugulini. Ainda conforme as investigações, Evandro Wirganovicz e Edelvânia Wirganovicz, irmã de Evandro, ajudaram a enterrar o corpo de Bernardo em Frederico Westphalen, a 80 quilômetros de Três Passos, onde a família vivia.

O médico Leandro Boldrini, pai da criança, chegou a notificar a polícia falsamente sobre o desaparecimento do filho. O corpo foi encontrado 10 dias depois da morte, envolto em um saco plástico, onde havia sido enterrado.

Leia também:  Contrato para sinalização e iluminação do Aeroporto de Ijuí

O processo é extenso – são 39 volumes e 8.190 páginas. Mais de 50 testemunhas foram ouvidas no período.

Os jurados decidirão se os réus são culpados ou inocentes dos crimes de homicídio quadruplamente qualificado (Boldrini e Graciele), triplamente qualificado (Edelvânia) e duplamente qualificado (Evandro), além de ocultação de cadáver. Boldrini também responde por falsidade ideológica.

Fonte: O Alto Uruguai

Mais Notícias:

Sonda europeia registra uma cratera do “gelo etern... A sonda Mars Express comemorou 15 anos de serviço na órbita marciana com o recebimento de fotos detalhadas e lindas da cratera Korolev, cheia de água ...
Ponte cede durante travessia de caminhão prancha c... Uma ponte localizada no rio Burro Magro, na Linha Nossa Senhora de Lourdes, interior de Tenente Portela, cedeu durante a travessia de um caminhão caça...
PRF localiza idoso desaparecido em São Borja Próximo à meia-noite da terça-feira, 12, a equipe da PRF foi informada que um senhor, de 88 anos, que estava desaparecido desde a manhã na cidade de P...
operação para fiscalização agropecuária em Osório... O Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM), realizou na quinta-feira (20/12), uma operação para fiscalização agropecuária, em conjunto com a Políc...

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui