Grupos Temáticos: experiências compartilhadas no NAAI

O Núcleo de Acompanhamento e Acessibilidade Institucional (NAAI) da Unijuí tem desenvolvido um trabalho intenso de acompanhamento pedagógico e psicológico aos alunos que apresentam inúmeras dificuldades decorrentes da aprendizagem. Nessa semana o grupo de profissionais que integram o Núcleo, juntamente com um dos estudantes atendidos, organizou um espaço para debater o tema e compartilhar experiências. O objetivo é organizar um espaço/tempo institucional para trocas de experiências sobre o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, transtorno este que resulta, quando não identificado e acompanhado, sérias consequências para a aprendizagem.

Uma história

“Pai, eu quero ser médico veterinário”. Essa era a frase que André Lucca Pizutti dizia na infância. “Naquela época não sabia o estrago que o déficit de atenção faria em minha vida. Fui crescendo, aos trancos e barrancos concluí o Ensino Médio. Prestei vestibular e entrei na faculdade. Cinco anos me separavam da concretização daquela frase. Então, comecei a acumular reprovações, era um fracasso atrás do outro, até que, em 2011, desisti. Não sabia que os meus fracassos faziam patologia”, relata.

Ele relata que as consequências foram graves: “realmente, boa parte de quem eu era morreu naquele ano. Aquela criança, convicta quanto ao seu futuro profissional trancava o curso. Aquela criança morreu. Isso me levou a uma depressão profunda, inúmeros fracassos profissionais, inúmeros pensamentos suicidas, dentre outras coisas. Isso fez com que fosse atrás de um tratamento a fim de conviver com esta situação” conta.

André, que é formado em Administração e atualmente retomou o curso de Medicina Veterinária na Unijuí, ressalta que quando percebeu que alguns alunos diagnosticados com o transtorno do déficit de atenção acumulavam insucessos acadêmicos, procurou o NAAI e prontificou-se a organizar um grupo para troca de experiências em relação a esta situação. “Falei sobre isso e percebemos a oportunidade de ajudar esses estudantes. Ninguém precisa passar pelo que passei, só peço que conversem conosco”, salienta.

Este grupo fará suas reuniões nas quartas-feiras, às 17h, no NAAI, no Campus Ijuí. Os estudantes que se identificarem com esta questão estão convidados para participarem do encontro.

Unijui

Deixe seu Comentário!