Sartori diz que deputados se opuseram ao direito da sociedade em opinar sobre futuro das estatais

Governador José Ivo Sartori critica decisão do Legislativo. (Foto: Divulgação)

O governador José Ivo Sartori abandonou ontem o estilo conciliador para arremeter, em nota oficial, uma dura crítica ao Legislativo gaúcho, ao afirmar  que “a população deve ter bem claro que os deputados se opuseram não à alienação das estatais, mas sim, ao processo democrático e constitucional de assegurar à sociedade o direito de escolha sobre o futuro do Estado”. O governo sustenta que a privatização ou federalização da CEEE, CRM e Sulgás são pautas fundamentais para a recuperação do Estado.

Alterativa jurídica será buscada

O governador admite que “estamos agora analisando alternativas, pois não vamos desistir de projetar um melhor futuro ao povo gaúcho. Vamos continuar lutando pela continuidade dos projetos de modernização da máquina pública”. A alternativa será buscar no Judiciário saída para a privatização das estatais.

Governo precisará aportar R$ 2 bi na CEEE

No radar do governo, está uma decisão que precisará ser tomada: para não perder sua concessão, a CEEE precisa de um montante superior a R$ 2 bilhões. Sem a privatização, esse valor precisará ser retirado do orçamento do Estado.

CUT pediu retaliação do Brasil na OIT

A CUT, Central Única dos Trabalhadores, vinha torcendo pelo êxito do seu pedido para que a OIT (Organização Internacional do Trabalho), organismo da ONU (Organização das Nações Unidas), execrasse, no plano mundial, o Brasil, por conta da reforma trabalhista, aprovada pelo Congresso Nacional. A OIT foi mais sensata, e resolveu adiar o exame do pedido para colocar o Brasil na “lista suja” da entidade. O pano de fundo está na queda de receita que representou a clausula que dá ao trabalhador o direito de filiar-se e pagar ou não a contribuição sindical.

Gasolina mais barata: a banca paga e recebe

A Petrobras anunciou uma redução de 0,49% no preço da gasolina.A, sem tributo, nas refinarias. O preço na refinaria será de R$ 1,9521 nesta sexta-feira.

Verbas do Partido Cristão para pagar prostitutas

Para quem imaginava ter visto de tudo, agora o ex-presidente nacional do Partido Social Cristão Vitor Jorge Abdala Nósseis é suspeito de usar dinheiro da fundação ligada ao partido para pagar prostitutas. Apareceu em Brasília uma gravação em que o ex-dirigente admite ter usado verbas públicas recebidas via Fundo Partidário para manter relações sexuais com mulheres. A ousadia foi tanta, que a nota com despesas foi anexada pelo próprio PSC na prestação de contas de 2017 entregue ao Tribunal Superior Eleitoral.

Caminhões blindados? Nova invenção das seguradoras

A Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística indica no seu mais recente relatório que o aumento dos casos de roubo e furto de veículos está provocando uma busca pela blindagem de caminhões. Algumas seguradoras estão exigindo caminhões blindados para poder segurar as mercadorias.

FHC aparece na Lava-Jato

Demorou, mas o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, líder-maior dos tucanos no País, apareceu em documentos mencionando propinas da Odebrecht dentro da Operação Lava-Jato. Foi na investigação dos e-mails do empresário Marcelo Odebrecht. Ontem, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse que pode ter feito o pedido para Marcelo Odebrecht, mas reforçou que eram legais.

Fonte: OSul

Deixe seu Comentário!