O motorista terceirizado de Catuípe, acusado pela polícia de ter matado a adolescente Maria Eduarda Zambom, está internado em Hospital de Porto Alegre desde a semana passada e segundo o último boletim médico o seu estado de saúde piorou muito desde a sua chegada.
O homem sofreu um ferimento grave no pescoço, supostamente feito por ele mesmo com uma faca. Está internado respirando pela ajuda de aparelhos e ainda não pôde dar seu depoimento para a Polícia Civil de Catuípe.
Maria Eduarda Zambomm foi encontrada morta em 30 de março após não retornar para casa depois da escola. Ela foi pega em casa pelo homem, que era motorista escolar terceirizado há mais de 20 anos.

Fonte : Uirapuru

Deixe seu Comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui