Connect with us

Brasil

Banco Mundial aprova empréstimo de US$ 1 bilhão para ampliar Bolsa Família

Publicado

dia

Medida integra projeto de manutenção da renda de afetados por pandemia. Foto: Divulgação/Ministério da Cidadania
Quer receber notícias do Ijuí Notícias pelo whatsapp? Clique aqui

O Banco Mundial aprovou um empréstimo de US$ 1 bilhão (R$ 5,73 bilhões no câmbio atual) para reforçar a expansão do Bolsa Família, informou nesta sexta-feira (30) a instituição financeira. A medida integra o projeto do banco multilateral para preservar a renda da população mais afetada pela pandemia de Covid-19.

Em nota, o Banco Mundial informou que o dinheiro deverá beneficiar pelo menos 1,2 milhão de novas famílias no programa, resultando em 3 milhões de pessoas a mais atendidas. O banco informou que, desse total, 990 mil são crianças e jovens e 7 mil, indígenas.

De acordo com a instituição financeira, cerca de 13 milhões de famílias estavam cadastradas no Bolsa Família antes do início da pandemia. O empréstimo ampliaria o público atendido para 14,2 milhões de famílias.

Em abril, o Banco Mundial tinha anunciado que poria US$ 160 bilhões à disposição para ajudar mais de 100 países a enfrentar a crise econômica causada pela pandemia do coronavírus . O dinheiro seria emrestado ao longo de 15 meses.

Segundo a instituição financeira, o programa emergencial do banco é baseado em três pilares: proteger os mais pobres e vulneráveis; apoiar os negócios e salvar empregos; e ajudar os países em desenvolvimento a implementar medidas emergenciais de saúde e fortalecer a resiliência econômica.

O Sul

Continue lendo
Patrocinado
Clique para comentar

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Auxílio libera saque nesta terça-feira

Publicado

dia

Por

Quer receber notícias do Ijuí Notícias pelo whatsapp? Clique aqui

A caixa libera para saque nesta terça-feira, dia 24 de novembro, o auxílio emergencial de aniversariantes de junho.

 

São beneficiários do quinto ciclo de pagamentos do auxílio que já poderão sacar as parcelas reduzidas de 300 reais. Quem tem na conta a quarta ou quinta parcela ainda saca integral, 600 reais. Já da sexta parcela para frente, só poderá ser retirado a metade.

 

Tanto o saque quanto a transferência do auxílio devem ser realizados pelo aplicativo caixa tem. No caso do saque, é preciso primeiro gerar um código e só depois retirar a grana em uma agência da caixa ou casa lotérica.

Já a transferência pode ser feita para qualquer banco sem a cobrança de taxa.  Também nesta terça, beneficiários do bolsa família recebem a oitava parcela do auxílio no valor de 300 reais.

 

O dinheiro será depositado para quem tem o número seis como último dígito do nis, o número de identificação social.

Continue lendo

Brasil

Hoje é o Dia Nacional de Combate ao Mosquito Aedes Aegypti

Publicado

dia

Por

Tomaz Silva/ Agência Brasil
Quer receber notícias do Ijuí Notícias pelo whatsapp? Clique aqui
Mosquito é responsável por transmissão de dengue, zika e chikungunya

Hoje (19) é o Dia Nacional de Combate ao Mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya, doenças que podem gerar outras enfermidades, como microcefalia e Guillain-Barré. A data serve de alerta para a população sobre a importância de eliminar os criadouros deste inseto. No verão, com as chuvas, há alta na proliferação do mosquito, que se reproduz em água limpa e parada.

É importante fazer uma limpeza e verificar regularmente pontos que podem acumular água. Entre as medidas que podem ser adotadas estão esvaziar garrafas e mantê-las com a boca virada para baixo, limpar calhas, colocar areia nos pratos de vasinhos das plantas, tampar tonéis, lixeiras e caixas-d’água e colocar objetos, como pneus e lonas, abrigados da chuva.

Brasília – Pneus podem acumular água parada, que é onde o Aedes aegypti se reproduz – Marcelo Camargo/Agência Brasil

Os sintomas das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti podem ser confundidos com doenças mais comuns, como gripes e resfriados. Por isso, é importante estar em alerta e, em caso de sintomas, procurar um serviço de saúde para diagnóstico e tratamento adequados.

De acordo com o último boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, de janeiro até setembro deste ano, foram notificados 928.282 casos prováveis (taxa de incidência de 441,7 casos por 100 mil habitantes) de dengue no Brasil. Sobre os dados de chikungunya, foram 69.702 casos prováveis (taxa de incidência de 33,2 casos por 100 mil habitantes) e, em relação aos dados de zika, foram notificados 6.220 casos prováveis (taxa de incidência 3,0 casos por 100 mil habitantes) no país.

Sintomas

A infecção por dengue pode ser assintomática, leve ou causar doença grave, levando à morte. Normalmente, a primeira manifestação da dengue é a febre alta (39° a 40°C), de início abrupto, que geralmente dura de dois a sete dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e coceira na pele. Perda de peso, náuseas e vômitos são comuns.

Leia também:  Remédio brasileiro apresenta 94% de eficácia

No caso da zika, cerca de 80% das pessoas infectadas pelo vírus não desenvolvem manifestações clínicas. Os principais sintomas são dor de cabeça, febre baixa, dores leves nas articulações, manchas vermelhas na pele, coceira e vermelhidão nos olhos. No geral, a evolução da doença é benigna e os sintomas desaparecem espontaneamente após três a sete dias. A infecção pelo vírus zika em gestantes, no entanto, pode levar à microcefalia, uma malformação congênita, em que o cérebro do bebê não se desenvolve de maneira adequada.

Já os principais sintomas da chikungunya são febre alta de início rápido, dores intensas nas articulações dos pés e mãos, além de dedos, tornozelos e pulsos. Pode ocorrer ainda dor de cabeça, dores nos músculos e manchas vermelhas na pele. Os sintomas iniciam entre dois e 12 dias após a picada do mosquito e cerca de 30% dos casos não apresentam sintomas.

por Agencia Brasil

Continue lendo

Brasil

Agências do INSS estarão fechadas na próxima segunda-feira

Publicado

dia

Por

Foto: Divulgação
Quer receber notícias do Ijuí Notícias pelo whatsapp? Clique aqui
Ponto facultativo do dia de servidor público foi transferido

Os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) não serão atendidos nas agências do órgão nesta segunda-feira (23). Os locais de atendimento estarão fechados por causa do ponto facultativo correspondente ao dia do servidor público, que foi transferido de 28 de outubro para 23 de novembro.

A transferência do ponto facultativo havia sido autorizada por portaria publicada em edição extra do Diário Oficial da União em 27 de outubro, véspera do dia do servidor público. Na ocasião, o governo justificou que a mudança de data foi necessária para manter os atendimentos agendados, evitando remarcações e transtornos para os beneficiários.

Outros órgãos, como a Receita Federal haviam suspendido o expediente em 30 de outubro e atenderão normalmente nesta segunda-feira. O INSS, no entanto, optou por fazer o ponto facultativo no fim de novembro para desafogar o atendimento nas agências, que cuidam de pedidos e de processos acumulados durante a pandemia de covid-19.

Com o fechamento das agências, os cidadãos podem buscar informações, pedir benefícios e agendar serviços sempre pelo aplicativo Meu INSS. Também é possível resolver dúvidas pelo telefone 135, que funciona de segunda a sábado, das 7h às 22h.

por Agência Brasil

Continue lendo

Newsletter

Receba as Notícias do site direto em seu email! Cadastre-se gratuitamente:
Patrocinado

Mais lidas da semana