Connect with us

Brasil

Brasil tem 114 mortes e mais de 3,9 mil casos confirmados de Covid-19

Publicado

dia

Foto: Ricardo Giusti / CP Memória

Óbitos estão distribuídos por dez estados do território nacional

O Brasil tem 114 mortes em dez estados e mais de 3,9 mil casos confirmados de Covid-19. Os dados integram o boletim atualizado, divulgado neste sábado, do Ministério da Saúde. Segundo o secretário da pasta, Wanderson Oliveira, o país teve o acréscimo de 487 casos testados positivamente nas últimas 24h.

Os óbitos foram registrados no Amazonas (1), Ceará (4), Pernambuco (5), Piauí (1), Rio de Janeiro (13), São Paulo (84), Goiás (1), Paraná (2), Santa Catarina (1) e Rio Grande do Sul (2). De acordo com o ministério, o estado com maior número de casos é São Paulo, com 1.406. Em seguida, Rio de Janeiro com 558. Depois, Ceará, 314. A região Sudeste concentra 56,9% dos casos no Brasil, seguido de Nordeste (16%), Sul (13,2%) Centro-Oeste (9,2%) e Norte (4,7%).

O Secretário-executivo, João Gabbardo, afirmou que diversos estados já autorizaram novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para o acolhimento de casos de Covid-19. É o caso do Hospital de Clínicas, de Porto Alegre, que adquiriu novos leitos por meio de recursos do Ministério da Saúde e do Ministério da Educação. Gabbardo destacou que o Hospital de Clínicas terá atendimento exclusivo para casos de coronavírus.

Mais cedo, o Ministério da Saúde distribuiu documento de recomendações para os gestores do SUS (Sistema Único de Saúde) de todo o país, que planeja a partir de 6 de abril o fechamento de escolas e universidades, distanciamento social no ambiente de trabalho e proibição de eventos com aglomeração, como jogos de futebol. Medidas mais restritivas seriam adotadas em abril, maio e junho para o combate do coronavírus no país.

Leia também:  China impõe nova quarentena e suspeita de segunda onda do coronavírus

De acordo com o ministro Luiz Henrique Mandetta, há o registro de estados que estão ocultando o número real de leitos disponíveis em seus municípios com o temor de que “outros estados passem a enviar pacientes”. “A saúde não é uma ilha”, disse o ministro. Ele afirmou que o ministério está mapeando todos os leitos em território nacional que constam no sistema da Saúde. Após, a pasta deve entrar em contato com cada governador do país para a certificação destas vagas. Caso haja a negação da disponibilidade dos leitos, segundo Mandetta, o estado terá que “responder judicialmente” pelo ato.

Rio Grande do Sul

Segundo dados oficiais do Ministério da Saúde, o Rio Grande do Sul possui 197 casos confirmados de Covid-19 e duas mortes pela doença. Ambos os óbitos estão em Porto Alegre.

O @MINSAUDE ATUALIZA A SITUAÇÃO DO #CORONAVÍRUS NO BRASIL
– 28/03
▶️3.904 CASOS CONFIRMADOS
▶️111 ÓBITOS
▶️2,8 % DE LETALIDADE
TODOS OS ESTADOS REGISTRARAM CASOS DA DOENÇA E DEZ APRESENTARAM ÓBITOS: AM, CE, PE, PI, RJ, SP, GO, PR, SC E RS.
SAIBA MAIS: HTTPS://T.CO/UYM3JLICGA PIC.TWITTER.COM/NGZ052V3AU

— MINISTÉRIO DA SAÚDE (@MINSAUDE) MARCH 28, 2020

 

Fonte: Correio do Povo

Brasil

Caixa atualiza aplicativo e agiliza atendimento para saque emergencial dos R$ 600

Publicado

dia

Por

Créditos: Agência Brasil

Beneficiários aguardam pagamento da 2ª parcela do auxílio

 

O vice-presidente da Rede de Varejo da Caixa Econômica, Paulo Henrique Ângelo, participou de entrevista coletiva virtual, direto de Manaus.

Ele disse que foram realizados 270 mil saques na poupança digital desde ontem (7). Espera-se que 350 mil saques ocorram até o fim desta sexta-feira. O número de saques vem caindo ao longo da semana. O pico de saques ocorreu na segunda (5) e terça-feira, quando foram feitos mais de um milhão de saque do auxílio emergencial.

Até o momento, foram feitas 20 milhões de transições em poupança digital. Paulo Henrique Angelo lembrou que o aplicativo da Caixa passou por atualização e agilizou a fila virtual.

 

Neste sábado, 680 agências da Caixa estarão abertas entre 8h e 12h para pagamento de auxílio emergencial. Clique aqui para saber quais agências vão abrir no sábado.

 

A expectativa dos benecifiários é que a Caixa divulgasse hoje quando será pago a 2ª parcela do auxílio emergencial de R$ 600. O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, disse ontem (7), em reunião virtual da comissão mista de deputados e senadores que acompanha as medidas do governo federal para o enfrentamento da covid-19, que o calendário seria anunciando nesta sexta-feira (8).

Veja a entrevista na íntegra

  • Agência Brasil

Continue lendo

Brasil

Vídeo; Saiba a real história do caixão com pedras e serragem que circula na internet

Publicado

dia

Por

A Polícia Civil de São Carlos (SP) investiga o envolvimento de quatro pessoas em uma fraude de R$ 1,4 milhão de seguro de vida. Uma sepultura no nome de uma mulher de Matão (SP) que está viva foi aberta na terça-feira (30) pelos policiais, que encontraram no local o caixão com pedra e serragem no lugar do corpo.

Segundo a investigação, os suspeitos usaram os documentos dela e simularam sua morte para conseguir o dinheiro de 5 apólices de 4 seguradoras. O líder do esquema é um ex-agente funerário de 47 anos, que contou com a ajuda do genro, um corretor de seguros de 25 anos, e sua filha, uma dona de casa de 24 anos, que seria a beneficiária dos seguros.

Um médico que prestava serviços em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São Carlos teria expedido a falsa declaração de óbito oficial. Ele é genro do ex-agente. Eles devem ser ouvidos pela polícia nos próximos dias. A defesa dele afirmou que não houve dano financeiro e que os envolvidos estão empenhados em esclarecer o caso.

Esquema e sepultamento falso

Segundo a apuração da polícia, em junho do ano passado, o ex-agente funerário conheceu Cristiane da Silva, de 39 anos, que é de Matão e vivia em situação de rua. Ele prometeu ajudá-la e a levou até o Poupatempo para fazer RG e outros documentos.

Em outubro, o corretor de seguros adquiriu seis apólices de seguros de vida em nome de Cristiane. A beneficiária seria a dona de casa, filha do ex-agente funerário.

Em janeiro deste ano, o ex-agente teria convencido o médico a fornecer a falsa declaração de óbito de Cristiane, que apontava morte súbita como a causa da morte. O endereço do ex-agente foi colocado como sendo da residência da mulher declarada morta.

Leia também:  Visitas em presídios gaúchos serão suspensas a partir de segunda para evitar a contaminação pelo coronavírus

Com o atestado de óbito e documentação, o ex-agente funerário preparou um caixão, que foi lacrado, e fez o enterro no cemitério Nossa Senhora do Carmo. Ele ainda fez o pagamento dos custos do serviço e pagou pelo R$ 1.548,18 pelo túmulo.

Após denúncias, a Polícia Civil começou a investigar o caso. Os envolvidos souberam da apuração e desistiram de entrar com o pedido do pagamento do seguro. Os policiais localizaram a mulher que contou sobre o envolvimento com o ex-agente funerário.

A advogada de Cristiane, Sandra Nucci, disse que a cliente confiou nos envolvidos e entregou, de boa fé, os documentos, já que um deles teria dito que iria atualizar a documentação dela.

O caso foi enviado ao Ministério Público Estadual (MPE) e a Justiça autorizou a exumação do caixão nesta terça. O delegado Walkmar da Silva Negré deve ouvir o ex-agente funerário, sua filha, o genro e o médico nos próximos dias. Eles podem ser indiciados pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica e associação criminosa.

O advogado de defesa dos envolvidos, João Carlos Cazu, disse que não houve dano financeiro a nenhuma empresa.

“O que está sendo feito é uma diligência que vai acabar instruindo o inquérito policial. Eu não posso dar detalhes de mais nada porque o inquérito está na fase de investigação, ainda está numa fase probatória, muitas peças ainda vão precisar ser juntadas neste inquérito e o importante é que todos os envolvidos estão plenamente empenhados em esclarecer isso da melhor forma possível”, disse.

Seguradoras, funerária e médico

As quatro seguradoras ainda estão levantando a existência das apólices. O dono da funerária contou que estava viajando quando tudo aconteceu e que o funcionário envolvido pediu demissão pouco depois.

A Prefeitura de São Carlos disse que o médico que assinou o atestado de óbito não trabalha mais na UPA.

Leia também:  Brasil: Servidor é exonerado após suposta prática de assédio contra estagiária dentro da Prefeitura de Xanxerê

Via G1

Continue lendo

Brasil

Sete jovens morrem em acidente entre carro e ônibus em SP

Publicado

dia

Por

Carro bateu de frente com ônibus entre Sertãozinho, SP, e o distrito Cruz das Posses — Foto: Luciano Tolentino/EPTV

Sete jovens morreram em um acidente entre em um carro e um ônibus na manhã deste domingo (19) na estrada vicinal Alcídio Balbo, entre Sertãozinho (SP) e o distrito Cruz das Posses.

 

Segundo as primeiras informações da Polícia Militar Rodoviária, as sete vítimas estavam em um Palio. O motorista perdeu o controle da direção em uma curva, próximo ao Trevo do A, invadiu a pista contrária e o veículo bateu de frente com o ônibus.

Três mulheres e quatro homens, com idades de 15 a 30 anos, estavam no carro. Todos morreram no local. O motorista do ônibus, que não transportava passageiros, não sofreu ferimentos.

 

Equipes do Corpo de Bombeiros foram acionados para resgatar as vítimas das ferragens e contaram com apoio da concessionária Entrevias para o trabalho.

Ainda de acordo com as primeiras informações obtidas no local, as vítimas tinham saído de uma festa no bairro Colina de São Pedro.

Fonte: G1

Continue lendo

Newsletter

Receba as Notícias do site direto em seu email! Cadastre-se gratuitamente:
Patrocinado
Patrocinado

Mais lidas da semana

Notícias no seu WhatsApp whatsapp