Connect with us

Economia

Calçados Beira Rio demite cerca de 700 funcionários, segundo o sindicato do Calçado e Vestuário

Publicado

dia

Funcionários se dirigiram até a empresa na manhã desta quarta-feira para encaminhar o processo de rescisão (Foto: Eduarda Wenzel/Folha do Mate)
Quer receber notícias do Ijuí Notícias pelo whatsapp? Clique aqui

Direção da empresa Calçados Beira Rio e funcionários estiveram em reunião na manhã desta quarta-feira, 18. Durante o encontro, foi comunicado o desligamento de aproximadamente 700 funcionários, dos mais de 800 que atuavam na unidade de Mato Leitão. A empresa foi acometida de um incêndio de grandes proporções na madrugada de terça-feira, 17, quando grande parte da estrutura foi atingida.

Conforme o Sindicato dos Trabalhadores do Calçado e Vestuário de Venâncio Aires e Mato Leitão, em entrevista à Rádio Terra FM, os demais trabalhadores, que permanecem atuando na Beira Rio, serão realocados nas filias de Santa Clara do Sul e de Roca Sales. Até 20 empregados permanecerão na unidade da Cidade das Orquídeas.

O diretor do sindicato, Fábio Alves, também informou que a empresa teria se comprometido com os trabalhadores de recontratá-los após a reabertura da unidade. As obras para reconstrução dos prédios podem levar de oito meses a um ano.

Alves ainda destacou que a empresa tentará, nesse período de reconstrução, fortalecer o número de ateliês – empresa terceirizadas – que fornecem serviços para a unidade. A intenção também é tentar intermediar a criação de, pelo menos, dois empreendimentos desse segmento, que juntos poderiam empregar até 300 trabalhadores.

A empresa ainda não se posicionou oficialmente sobre o assunto.

O INCÊNDIO

Um incêndio de grandes proporções destruiu grande parte das instalações da empresa na madrugada de terça-feira, dia 17, a partir das 2h. O Corpo de Bombeiros Militar (CBM) de Venâncio foi acionado para combater o incêndio, mas foi preciso reforço da unidade de Lajeado. Quatro caminhões da corporação atuaram no combate ao fogo. As suspeitas são de que o incêndio começou a partir do sistema de climatização.

Leia também:  Prefeito de Francisco Beltrão reduz o próprio salário, do vice e de comissionados

 

Fonte: Folha do Mate

Continue lendo
Patrocinado
Clique para comentar

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Bolsonaro sanciona projeto de lei que cria poupança social digital

Publicado

dia

Por

MP estava em vigor desde junho para pagamento do auxílio emergencial. Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Quer receber notícias do Ijuí Notícias pelo whatsapp? Clique aqui

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta quinta-feira (22) o projeto de lei que dispõe sobre a conta de poupança social digital. Trata-se de projeto de conversão da Medida Provisória (MP) 982, de 2020, em vigor desde junho para o pagamento do auxílio emergencial durante a pandemia de Covid-19.

O projeto foi sancionado sem vetos. Com a conversão em lei, a poupança social digital será, agora, permanente e poderá ser ampliada para o pagamento de outros benefícios sociais.

A conta de poupança social digital permite que as pessoas recebam o auxílio emergencial e outros benefícios sociais e previdenciários sem pagar qualquer tarifa de manutenção. Essas contas têm um limite de movimentação de até R$ 5 mil por mês.

Além da isenção de tarifa, a conta permite que o titular faça três transferências eletrônicas por mês sem custos. O correntista poderá, ainda, usar a conta para pagar boletos bancários.

No caso de pessoas que tenham sido cadastradas para o recebimento do auxílio emergencial, abono salarial, saque do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) ou o programa emergencial de manutenção de empregos, a conta poderá ser aberta de forma automática.

Podem ser depositados nessa conta outros benefícios sociais, incluindo os de estados e municípios, exceto os de natureza previdenciária, como aposentadoria e auxílio-doença. Para isso, o cidadão precisa autorizar expressamente a abertura desse tipo de conta, ou o uso de outra já existente em seu nome.

A Caixa Econômica Federal vai operar essas contas de poupança e disponibilizará no seu site e no seu aplicativo a ferramenta de consulta para cidadão, que poderá verificar se há alguma conta aberta em seu nome, a partir da consulta pelo CPF.

A conta pode ser fechada ou convertida em conta regular a qualquer tempo, sem custos adicionais.

Leia também:  PIS será pago nesta quinta (19)

O Sul

Continue lendo

Economia

Preço do gás de cozinha aumenta em 5%

Publicado

dia

Por

Quer receber notícias do Ijuí Notícias pelo whatsapp? Clique aqui

Novo valor passou a vigorar nesta terça-feira (20). Desde maio o preço do gás de cozinha aumentou 40% em 2020.

A Petrobras anunciou nesta terça-feira (20) um reajuste de 5% no preço médio do Gás Liquefeito de Petróleo, o GLP, mais conhecido como gás de cozinha. Com isso, o preço médio do produto vendido pela estatal será equivalente a R$ 30,74 por botijão de 13kg, sem impostos e margem de distribuição.

No valor do botijão de 13kg, isso representou um aumento de R$ 2,93 em cima do valor vendido pela estatal, que vale esclarecer é muito inferior ao que é praticado diretamente para o consumidor. No Plano Piloto, o botijão entregue em casa custava R$ 90 antes do aumento anunciado hoje.

Segundo a petroleira a composição de preços do GLP é assim dividida: 41% de realização da Petrobras; 3% de impostos federais, o PIS e Cofins; 16% do tributo estadual Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS); e 40% distribuição e revenda.

“Importante esclarecer que, desde novembro de 2019, a Petrobras igualou os preços de GLP para os segmentos residencial e industrial/comercial, e que o GLP é vendido pela Petrobras a granel. As distribuidoras são as responsáveis pelo envase em diferentes tipos de botijão e, junto com as revendas, são responsáveis pelos preços ao consumidor final”, informou a estatal, em nota.

por Correio Brasiliense

Quer receber notícias do Ijuí Notícias pelo whatsapp? Clique aqui

Continue lendo

Economia

Caixa paga auxílio nesta quarta (21)

Publicado

dia

Por

Quer receber notícias do Ijuí Notícias pelo whatsapp? Clique aqui

Será depositado nesta quarta-feira, dia 21 de outubro, uma nova parcela do auxílio emergencial dos aniversariantes de agosto.

 

São aproximadamente três milhões e 600 mil pessoas que fazem parte do ciclo três de pagamentos. Até a quinta parcela do auxílio, o valor é de 600 reais, da sexta em diante o valor é a metade, 300 reais. Com o dinheiro em conta só é possível realizar pagamentos digitais por meio do aplicativo caixa tem.

 

O saque desta parcela para os aniversariantes de agosto só será liberado no dia 28 de novembro.  Também nesta quarta, recebem a sétima parcela do auxílio emergencial o pessoal do bolsa família com final três do nis, o número de identificação social.  Os beneficiários do bolsa família estão recebendo o valor reduzido do benefício de 300 reais.

 

Quer receber notícias do Ijuí Notícias pelo whatsapp? Clique aqui

Continue lendo

Newsletter

Receba as Notícias do site direto em seu email! Cadastre-se gratuitamente:
Patrocinado

Mais lidas da semana