Connect with us

Saúde

Imagens 3D mostram danos causados pelo coronavírus aos pulmões (VÍDEO)

Publicado

dia

© REUTERS / Yves Herman

Pesquisadores, usando um equipamento médico de realidade virtual para observar o organismo desde o interior, fizeram um vídeo para observar os danos pulmonares causados pelo coronavírus.

Segundo informou em 26 de março o portal da CNN, uma equipe de pesquisadores do Hospital Universitário George Washington, nos EUA, conseguiu produzir um vídeo 3D de pulmões gravemente infectados com o coronavírus, mostrando os danos que a COVID-19 pode causar ao corpo.

A sequência foi feita a partir de dados de um paciente de 50 anos, internado em 18 de março na UTI do hospital. O agravamento do seu estado de saúde levou os médicos a recorrer à oxigenação por membrana extracorpórea (ECMO, na sigla em inglês).

Trata-se de uma técnica médica extracorpórea usada para fornecer suporte de oxigênio para o coração e pulmões a pacientes cujos pulmões estejam em colapso, depurando o dióxido de carbono e oxigenando o sangue sem recurso aos pulmões.

Para entender com precisão os danos ao tecido pulmonar, a equipe médica utilizou tecnologia de realidade virtual que lhes permitiu observar o sistema respiratório por dentro.

Danos a longo prazo nos pulmões

Segundo declarou à CNN o Dr. Keith Mortman, chefe do Departamento de Cirurgia Torácica do Hospital George Washington, cerca de 20% das pessoas que contraem o coronavírus desenvolvem sintomas, mas apenas uma parte delas sofre de complicações pulmonares que requeiram assistência respiratória.

Comentando o vídeo, “há um contraste tal entre o pulmão infectado e o tecido pulmonar saudável adjacente que você nem precisa ser médico para entender essas imagens e quão sério o coronavírus pode ser”, afirmou Mortman.

Além disso, o cirurgião manifesta-se particularmente preocupado com as consequências da infecção, uma vez que os danos pulmonares podem “afetar a capacidade de uma pessoa respirar para o resto da sua vida”, concluiu.

Leia também:  Com Coronavírus, jornalistas da Rádio Guaíba estão internados em CTI

//Sputniknews

Patrocinado
Clique para comentar

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ijuí

SMS comunica boletim epidemiológico do Covid-19 em Ijuí

Publicado

dia

Por

Para mais informações acesse o nosso Painel da Covid-19.

Continue lendo

Ijuí

SMS comunica boletim epidemiológico do Covid-19 em Ijuí

Publicado

dia

Por

Para mais informações acesse o nosso Painel da Covid-19.

Continue lendo

Saúde

21 de setembro – Dia Nacional Da Luta das Pessoas com Deficiência

Publicado

dia

Por

O dia 21 de setembro, assim como todo o mês, não deve ser encarado como uma data comemorativa relacionada às pessoas com deficiência. Trata-se do resultado das muitas lutas dos Movimentos Sociais de Pessoas com Deficiência a fim de trazer para o debate público suas necessidades como sujeitos, como cidadãs e cidadãos.

A data de 21 de setembro foi a escolhida para comemorar e reforçar, em todos os estados brasileiros, a importância da discussão de propostas e políticas públicas que visam integrar essas pessoas na sociedade de forma igualitária, foi escolhida também por causa da primavera, que representa o renascimento das plantas e, relacionada à questão das pessoas com deficiência, simboliza o início das reivindicações e a busca por participação social em igualdade de condições.

De acordo com últimos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), só no Brasil são mais de 45 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência. Sendo assim, essa data representa quase um quarto da população brasileira.

As pessoas com deficiência segundo a legislação, são enquadradas nas seguintes categorias: Deficiência física (se apresenta em 13 categorias); Deficiência auditiva; Deficiência mental ou intelectual; Deficiência visual; Deficiência múltipla.

Desde 1982, o dia 21 de setembro é uma oportunidade de reunir forças em prol dos direitos e comemorar as conquistas alcançadas ao longo dos anos. A luta é diária quando se trata de direitos, mas uma data é como um marco, um momento de reflexão e busca por soluções para os problemas que ainda existem. Afinal, mesmo com todas as conquistas, o preconceito, a desigualdade, a exclusão e a falta de acesso a diversos serviços ainda fazem parte da realidade.

 

 

Texto: Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência.

Leia também:  Crise provocada pelo coronavírus atinge a renda de idosos brasileiros que trabalham sem carteira assinada

Continue lendo

Newsletter

Receba as Notícias do site direto em seu email! Cadastre-se gratuitamente:
Patrocinado
Patrocinado

Mais lidas da semana