Morreu aos 88 anos o ex-presidente do Grêmio Oly Fachin

Fachin comandou o Grêmio nos anos de 1972 e 1973. (Foto: Reprodução)

O Grêmio perdeu mais um de seus expoentes. Faleceu na manhã de domingo (27), aos 88 anos, o ex-presidente Oly Érico da Costa Fachin, que comandou o Grêmio nos anos de 1972 e 1973. Dentre tantos serviços prestados ao Tricolor, clube do seu coração, Fachin também foi vice-presidente do Conselho Deliberativo em 1995, na conquista do bicampeonato da Libertadores. Três anos depois, assumiu a presidência da Casa, onde permaneceu até 2004, tornando-se membro nato do Conselho gremista.

Entre 1975 e 1979, assumiu a Secretaria de Governo da Prefeitura de Porto Alegre. Neste último ano, passou a ocupar a presidência do Instituto de Previdência do Estado, cargo que exerceu até 1982, quando deixou a função para candidatar-se à Câmara dos Deputados nas eleições de novembro do mesmo ano. Eleito, assumiu sua cadeira no Legislativo federal em fevereiro de 1983, tornando-se membro da Comissão de Educação e Cultura e suplente da Comissão do Serviço Público.

Em 2015, Fachin foi outorgado com o título de Cidadão de Porto Alegre, proposta apresentada pelo amigo vereador e conselheiro, Reginaldo Pujol. Oly Fachin nasceu em São Sepé, no dia 2 de setembro de 1929.

O Sul

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores. Deixe seu Comentário!