Nível de combustível do aeroporto de Brasília chegou a estado crítico

Da meia-noite até as 15h de domingo, terminal operou 69 pousos, 57 decolagens e apresentou 11 atrasos. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O nível de combustível do aeroporto de Brasília chegou novamente ao estado crítico na tarde de domingo (27). As reservas caíram a 3,3%, segundo a assessoria da Inframérica, empresa que administra o terminal. O nível diminuiu novamente porque não chegaram novos caminhões de abastecimento. No sábado (26), após a chegada de dez caminhões-tanque, o nível das reservas de combustível atingiu 12,5%.

Da meia-noite até as 15h de domingo, o aeroporto de Brasília operou 69 pousos, 57 decolagens e apresentou 11 atrasos superiores a 30 minutos. Em entrevista coletiva concedida no domingo, o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, disse que viaturas da Força Nacional estão garantindo a chegada de álcool anidro, para a mistura de gasolina e do óleo diesel, e querosene de aviação à capital federal.

Infraero

Dos aeroportos administrados pela Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária), nove ainda estavam com falta de combustível até as 15h20min de domingo. São eles: São José dos Campos (SP), Uberlândia (MG), Ilhéus (BA), Campina Grande (PB), Juazeiro do Norte (CE), Maceió (AL), Aracaju (SE), Joinville (SC) e João Pessoa (PB).

A Infraero também está em contato com órgãos públicos para garantir a chegada dos caminhões com combustível de aviação aos aeroportos administrados pela empresa.

200 caminhões-tanque

Rollemberg disse que o abastecimento de combustível está garantido na capital federal até terça-feira (29). Segundo ele, chegaram ao DF mais de 200 caminhões-tanque carregados de 4 milhões de litros de combustível. Esse carregamento garante o abastecimento da frota de ônibus e também dos postos que atendem veículos particulares. Brasília começou a ser reabastecida na tarde sábado (26). Apesar disso, na manhã de domingo, longas filas eram vistas nos postos do Plano Piloto, na região central. Muitos, entretanto, continuavam fechados.

“Todas as empresas de ônibus conseguiram abastecer com apoio da Polícia Militar. Os ônibus funcionarão normalmente durante toda a segunda-feira, mas nós também solicitamos um funcionamento especial do metrô, que rodará com mais trens e com mais uma hora no período da manhã e mais uma hora no período da noite, como se fosse horário de pico”, disse Rollemberg

A Polícia Militar tem monitorado a situação das rodovias do DF e, segundo o governador, nenhuma das estradas locais está bloqueada. Rollemberg anunciou a suspensão das aulas na rede pública nesta segunda-feira (28), mas recomendou o funcionamento das creches conveniadas. Na terça-feira (29), as aulas deverão ser retomadas normalmente.

Os postos de saúde permanecerão fechados nesta segunda-feira, devendo normalizar os atendimentos a partir de terça. Nos hospitais, a prioridade é para o atendimento de urgências e emergências. Cirurgias eletivas e outros procedimentos deverão ser remarcados. Ainda segundo o governador, hospitais têm oxigênio para mais uma semana. Rollemberg acrescentou que também chegaram ao DF carregamentos de sulfato de alumínio, usado para o tratamento de esgoto, de rações para aves e animais confinados e sete caminhões com gás de cozinha.

Fonte: O Sul

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.