Operação prende traficantes de drogas em Erechim

Operação Anjos da Lei

Ao todo, foram cumpridas 616 ordens judiciais, presos 282 indivíduos, e apreendidos 34 adolescentes

Uma operação conjunta das Polícias Civis dos três estados do sul do Brasil (Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná), denominada “Anjos da Lei”, foi desencadeada esta semana, sendo que a Polícia Civil de Erechim, através da DEFREC, participou das ações voltadas ao combate ao tráfico de entorpecentes nas imediações de estabelecimentos educacionais.

Ao todo, foram cumpridas 616 ordens judiciais, presos 282 indivíduos, e apreendidos 34 adolescentes. Além disso, 110 armas de fogo foram apreendidas, além de 297Kg de maconha e 11,3Kg de cocaína. No Rio Grande do Sul, 737 policiais civis, entre Delegados de Polícia e Agentes, foram empregados na execução da atividade, que foi realizada em 60 municípios gaúchos. Mais de 87 estabelecimentos educacionais do estado foram beneficiados com esta operação.

Em Erechim, a operação que foi coordenada pela DEFREC, resultou no cumprimento de duas prisões preventivas e mais 6 ordens judiciais de busca e apreensão. Os dois presos formam um casal que estaria comercializando entorpecentes nas proximidades das escolas E.E.E.M. Érico Veríssimo, E.M.I. São Cristóvão e UERGS. O local utilizado para o tráfico é conhecido popularmente como “Buraco do São Cristóvão”. Segundo o Delegado de Polícia Gustavo Vilasboas Ceccon, a atenção da Polícia Civil a este tipo de crime é constante. A repressão ao tráfico de entorpecentes nas imediações de ambientes educacionais terá continuidade em nossa região.

Ao todo, 316 pessoas foram presas/apreendidas por envolvimento com o tráfico de drogas nas proximidades das escolas nos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Segundo o Presidente do Conselho Nacional de Chefes de Polícia e Chefe de Polícia do RS, Delegado Emerson Wendt, a ação das Polícias Civis dos estados do Sul representa “um verdadeiro enfrentamento à criminalidade que, organizadamente, procura ocupar espaços próximos de ambientes escolares e vulneráveis à ação criminosa e a população precisa estar atenta a isso e denunciar, auxiliando a Polícia Civil a fazer seu papel. O crime organizado procura explorar todos espaços e cabe à Polícia Civil efetivar ações fortes no sentido de minimizar o problema gerado pelo tráfico de drogas”.

Informações e denúncias podem ser repassadas à Polícia Civil através do módulo denuncie (51) 98418 7814 (WhatsApp e Telegram), onde o sigilo é garantido.

Fonte: Ascom/ PC

AU Online

Deixe seu Comentário!