Prefeito de Não-Me-Toque tem o mandato cassado

O mandato do prefeito de Não-Me-Toque foi cassado pela Câmara de Vereadores na noite dessa sexta-feira, 10 de agosto. Armando Carlos Roos (PP) estava afastado do cargo desde julho. Todos os seis vereadores presentes na sessão votaram pela cassação, três parlamentares se ausentaram.

O chefe do executivo municipal  é réu por assédio sexual de servidoras, importunação ofensiva contra uma terceira vítima, abuso de autoridade e perturbação do sossego.

Prefeito de Não-Me-Toque é investigado por assédio

 

Portela online

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.