O Grêmio venceu o Athletico-PR por 2 a 0 e está mais perto da final da Copa do Brasil

0
45
Com a vitória, o Tricolor pode perder por um gol de diferença e estará classificado. (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Jogando pelas semifinais da Copa do Brasil, Grêmio e Athletico-PR se enfrentaram na noite desta quarta-feira (14), na Arena, em Porto Alegre. Melhor para o time gaúcho que, com gols de André e Jean Pyerre, venceu o visitante por 2 a 0.

Com esse resultado, o Tricolor pode perder por até um gol de diferença no jogo de volta, em Curitiba (PR). Se der empate, a vaga também fica com os gaúchos. Caso o placar seja o mesmo, a partida vai para os pênaltis.

O apoio em peso da torcida foi fundamental. A equipe gaúcha começou indo para cima do Athletico. Com uma intensa troca de passes, os comandados de Renato Portaluppi buscavam as jogadas pelo lado esquerdo. O cronômetro já marcava 15 minutos e nenhuma finalização perigosa havia se concretizado.

Com 60% da posse de bola, no entanto, o Tricolor não encontrava espaços para atacar, pois o Athletico fazia uma alta marcação, muitas vezes com o time recuado.

Aos 23 minutos, a história do jogo começou a mudar. Para delírio da torcida, o contestado André abriu o escore na Arena. No lance, após um contra-ataque, Everton chegou pela esquerda e fez o passe para a cabeça do camisa 90, que apenas desviou a bola para as redes.

Após tomar o gol, o Athletico assustou. Rony, dentro da área, bateu cruzado. A bola foi fraca, mas pegou todo o time do Grêmio desarmado.

Para a segunda etapa, as duas equipes voltaram com a mesma formação. O Tricolor manteve o controle da partida e, enquanto os visitantes tentavam toques de bola, o Grêmio se fechava.

Com o passar do tempo, o Athletico conseguiu formar jogadas e passou a pressionar a defesa adversária. Em algumas ocasiões até chegava, mas ou a bola saía pela linha de fundo ou Paulo Victor, sem dificuldade, fazia as defesas.

Leia também:  Suspeito de violentar e matar mulher de 89 anos é preso em Crissiumal

Após a retirada de André para a entrada de Diego Tardelli, o Grêmio ampliou o placar. Aos 26 minutos, após uma cobrança de falta, Jean Pyerre marcou. Ele cobrou direto, a bola passou pela barreira e entrou no canto esquerdo do goleiro Santos.

Alisson também quase deixou o dele. O meia recebeu a bola ainda no campo defensivo, avançou, entrou na área, cortou a zaga e bateu no canto esquerdo. A bola passou perto. Nos minutos finais da partida Tardelli chutou de frente para o goleiro, mas para fora.

O jogo de volta está marcado para o dia 4 de setembro, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR). Caso chegue à final da Copa do Brasil, enfrentará o vencedor do duelo entre Cruzeiro e Inter – no primeiro jogo, o Colorado levou a melhor, por 1 a 0 em pleno Mineirão.

Ficha técnica

Grêmio: Paulo Victor, Geromel, Kannemann, Leonardo, Cortez, Maicon (Luan), Matheus Henrique, Alisson, Jean Pyerre (Thaciano), Everton e André Felipe (Diego Tardelli). Técnico: Renato Portaluppi

Athletico-PR: Santos, Jonathan, Lucas Halter, Léo Pereira, Márcio Azevedo, Wellington, Marcelo Cirino (Vitinho), Lucho (Bruno Nazário), Bruno Guimarães, Rony  e Marco Ruben (Nikão). Técnico: Tiago Nunes.

Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique (RJ), auxiliado por Alessandro Rocha de Matos (BA) e Rodrigo Figueiredo Correa (RJ). VAR (árbitro de vídeo): Rodrigo Nunes de Sá (RJ).

O Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui