Crianças confundem veneno de rato com chocolate em creche de Santa Cruz do Sul

0
132
Crianças de escola de Santa Cruz do Sul tiveram acesso a veneno de rato — Foto: Reprodução / RBS TV

Não se sabe se elas chegaram a ingerir o veneno. Prefeitura autuou empresa de dedetização e vai investigar a responsabilidade. Ninguém registrou ocorrência.

Pelo menos cinco crianças de 3 e 4 anos confundiram veneno de rato com chocolate em uma creche de Santa Cruz do Sul, no Vale do Rio Pardo. Eles teriam pego o veneno com as mãos e, pelo menos dois deles, colocado na boca. Ainda não se sabe se eles chegaram a ingerir.

O veneno é aplicado pela empresa OTM Saúde Ambiental, terceirizada pela prefeitura. Ele estava acondicionado em uma caixa, em formato de bolinhas, no pátio da Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) Vila Nova. Todas as crianças foram levadas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), passaram por lavagem estomacal e estão bem, segundo a Secretaria de Saúde.

Segundo o titular da pasta, Régis de Oliveira Júnior, a prefeitura costuma adotar um sistema de dedetização atóxica nos estabelecimentos, mas como na área da escola há grande registro da presença dos roedores, foi utilizada uma caixa com veneno granulado.

“Constatamos que não foi executado todos os passos do sistema de segurança para evitar situações como essa”, diz.

A empresa foi autuada por descumprimento contratual e a prefeitura vai analisar o caso. Nenhuma família chegou a registrar boletim de ocorrência.

A empresa diz que cumpriu as medidas de segurança e que vai dar mais detalhes depois de ser notificada oficialmente.

Por G1 RS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui