Carro atropela pessoas em frente a um bar em São Gabriel; mulher segue internada em estado grave

0
1038
Carro sobe calçada e atropela clientes de bar em São Gabriel — Foto: Reprodução/Câmera de segurança

Conforme um dos funcionários que conversou com o G1, ferida é mãe do proprietário do bar. ‘Escutei o barulho e, quando olhei para a câmera, vi alguém sendo carregado pelo carro. Até então não sabia que era ela’, contou.

Um carro subiu a calçada e atropelou quatro pessoas em frente a um bar em São Gabriel, na tarde de sábado (30), conforme registro feito pela Brigada Militar. Imagens de câmera de segurança mostram o momento do acidente. O motorista também precisou ser atendido.

Uma mulher, de 69 anos, a primeira pessoa a ser atingida pelo carro, está internada em estado grave na UTI do Hospital de São Gabriel. De acordo com o Corpo de Bombeiros, no momento do atendimento, ela estava inconsciente.

Segundo informações da Brigada Militar, o motorista do carro também foi levado inconsciente para o hospital, e por isso ele não prestou depoimento. A suspeita é que ele tenha tido um mal súbito. A documentação do veículo e a Carteira Nacional de Habilitação dele estavam em dia, informou a BM. A Polícia Civil vai investigar o caso.

A ocorrência da BM foi encaminhada para a delegacia, com registro de lesão corporal. O motorista deverá ser chamado para esclarecimentos. O veículo e a habilitação dele estão em dia, conforme a Brigada.

Outras três pessoas ficaram feridas, foram levadas para atendimento no hospital, mas já foram liberadas.

Susto

Em conversa por telefone com o G1, um dos funcionários do bar informou que a mulher ferida é mãe do proprietário do estabelecimento. “Escutei o barulho e, quando olhei para a câmera, vi alguém sendo carregado pelo carro. Até então não sabia que era ela”, conta Gabriel Caetano Gonçalves Doile.

O funcionário acrescenta que os clientes são todos conhecidos, são vizinhos do estabelecimento. Havia homens a cavalo, mulheres e até um bebê no local. “O carro veio e a mãe do bebê ficou com medo e já entrou [para a casa dela, ao lado do bar] com ele (…) Instinto materno, quem sabe, ela foi a primeira a correr e levou o bebê com ela”, lembra.

Gabriel diz que os bombeiros chegaram antes do Samu. Foram eles quem levaram a mulher mais machucada ao hospital. Depois, a ambulância deu continuidade aos atendimentos no local, inclusive ao motorista.

G1 e a RBS TV tentaram contato com o delegado de São Gabriel, mas as ligações não foram atendidas até a publicação desta reportagem.


Fonte: G1 RS e RBS TV

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui