Connect with us

Economia

INSS pode suspender aposentadorias em novembro

Publicado

dia

Foto: Divulgação
Quer receber notícias do Ijuí Notícias pelo whatsapp? Clique aqui

A medida do governo que proíbe o corte do benefício, caso o aposentado não realize a prova de vida durante a pandemia, vai até o final do mês.  

 

Anteriormente o governo havia estendido até o final de outubro a suspensão da obrigatoriedade do procedimento, feito todo ano pelo aposentado.

 

Esta outra medida proíbe que o banco ou o inss suspenda o pagamento do benefício caso o aposentado ainda não tenha se manifestado. A decisão vale tanto para quem mora no brasil quanto no exterior. Na prática, a partir do próximo mês, a prova de vida voltará a ser obrigatória e o inss poderá suspender o pagamento de quem não fizer o procedimento.

A prova de vida é feita na agência bancária onde o aposentado recebe o benefício. Durante a pandemia, o procedimento foi suspenso devido ao risco de contaminação em pessoas do grupo de risco, como idosos e deficientes.

Patrocinado
Clique para comentar

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Saiba quem recebe auxílio nesta quinta

Publicado

dia

Por

Quer receber notícias do Ijuí Notícias pelo whatsapp? Clique aqui

Três milhões e meio de brasileiros que recebem o auxílio emergencial terão o dinheiro depositado nesta quinta-feira.

 

São os aniversariantes de novembro que aguardam parcelas do ciclo três de pagamento. Até a quinta prestação, o valor é de 600 reais. Da sexta em diante o governo só vai pagar a metade, 300 reais. Vale lembrar que quem começou a receber o auxílio tardiamente não terá direito a todas as parcelas extras de 300 reais.

 

O saque para este pessoal de novembro só será liberado no dia cinco de dezembro. Enquanto isso só será possível pagar boletos, como a conta de água e luz, ou realizar compras em estabelecimentos que aceitam pagamento por meio do aplicativo caixa tem.

Continue lendo

Economia

Petrobras reduz os preços da gasolina e do diesel nas refinarias

Publicado

dia

Por

O repasse da queda de preços ao consumidor final, nos postos de combustíveis, depende dos donos dos estabelecimentos Foto: Agência Brasil
Quer receber notícias do Ijuí Notícias pelo whatsapp? Clique aqui

A Petrobras reduz, nesta terça-feira (27), os preços da gasolina e do diesel nas refinarias em 5% e 4%, respectivamente.

Para a gasolina, essa é a segunda redução praticada em outubro, após a queda de 4% anunciada no dia 15. Em relação ao diesel, trata-se da primeira queda desde o início de setembro.

Com as baixas que entram em vigor nesta terça, o preço médio do diesel nas refinarias passa a ser de R$ 1,5696 por litro, enquanto o valor médio da gasolina recua para R$ 1,6543 por litro.

A estatal defende que a sua política de preços tem como base a paridade de importação, o que leva em conta fatores como as cotações do petróleo no mercado internacional e o câmbio.

O repasse dos reajustes ao consumidor final, nos postos de combustíveis, depende dos donos dos estabelecimentos, que consideram fatores como a margem de lucro e a incidência de impostos.

Na sexta-feira (23), a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) voltou a divulgar o seu levantamento semanal de preços dos combustíveis nos postos do País.

O valor médio do litro da gasolina foi apurado em R$ 4,357 na semana de 18 a 24 de outubro. O preço do litro do diesel ficou em R$ 3,448.

O Sul

Continue lendo

Economia

Bolsonaro sanciona projeto de lei que cria poupança social digital

Publicado

dia

Por

MP estava em vigor desde junho para pagamento do auxílio emergencial. Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Quer receber notícias do Ijuí Notícias pelo whatsapp? Clique aqui

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta quinta-feira (22) o projeto de lei que dispõe sobre a conta de poupança social digital. Trata-se de projeto de conversão da Medida Provisória (MP) 982, de 2020, em vigor desde junho para o pagamento do auxílio emergencial durante a pandemia de Covid-19.

O projeto foi sancionado sem vetos. Com a conversão em lei, a poupança social digital será, agora, permanente e poderá ser ampliada para o pagamento de outros benefícios sociais.

A conta de poupança social digital permite que as pessoas recebam o auxílio emergencial e outros benefícios sociais e previdenciários sem pagar qualquer tarifa de manutenção. Essas contas têm um limite de movimentação de até R$ 5 mil por mês.

Além da isenção de tarifa, a conta permite que o titular faça três transferências eletrônicas por mês sem custos. O correntista poderá, ainda, usar a conta para pagar boletos bancários.

No caso de pessoas que tenham sido cadastradas para o recebimento do auxílio emergencial, abono salarial, saque do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) ou o programa emergencial de manutenção de empregos, a conta poderá ser aberta de forma automática.

Podem ser depositados nessa conta outros benefícios sociais, incluindo os de estados e municípios, exceto os de natureza previdenciária, como aposentadoria e auxílio-doença. Para isso, o cidadão precisa autorizar expressamente a abertura desse tipo de conta, ou o uso de outra já existente em seu nome.

A Caixa Econômica Federal vai operar essas contas de poupança e disponibilizará no seu site e no seu aplicativo a ferramenta de consulta para cidadão, que poderá verificar se há alguma conta aberta em seu nome, a partir da consulta pelo CPF.

A conta pode ser fechada ou convertida em conta regular a qualquer tempo, sem custos adicionais.

Leia também:  INSS: Segurado pode escolher por perícia ou adiantamento de R$ 1.045

O Sul

Continue lendo

Newsletter

Receba as Notícias do site direto em seu email! Cadastre-se gratuitamente:
Patrocinado

Mais lidas da semana