Connect with us

Geral

Nova diretoria para o HCI de Ijuí

Publicado

dia

Foto: HCI
Quer receber notícias do Ijuí Notícias pelo whatsapp? Clique aqui

Na manhã de quarta-feira, dia 30 de setembro, no auditório da instituição hospitalar, assumiu a presidência da Associação Hospital de Caridade Ijuí, o engenheiro civil Paulo Roberto Stumm, para o biênio 2020-2022. Ele tomou posse junto com os demais integrantes da Chapa 2, que venceu o pleito realizado na terça-feira, na Sociedade Ginástica de Ijuí-SOGI. A eleição é considerada a mais disputada dos 85 anos do HCI, sendo a diferença de 5 votos, onde em um total de 540 votos, 269 votos foram para a chapa vencedora.

A solenidade de posse foi conduzida pelo presidente em exercício Cícero Tremea dos Santos, que ficou nove meses na liderança da instituição. “Saio imensamente grato pela colhida que tive dos meus colegas de diretoria, funcionários e corpo clínico, que nunca deixaram de produzir, diante de tantas adversidades encontradas. Desejo que a nova diretoria consiga os propósitos de melhorar cada vez mais o HCI, que hoje configura em uma das maiores empresa de Ijuí, com faturamento médio mensal de 12 milhões de reais. Para nós da comunidade, o voluntariado sempre é o melhor caminho de se fazer o bem”, disse o agora ex-presidente Cícero.

O novo presidente aproveitou a solenidade de posse para enaltecer o voluntariado e lembrou que em 1991 foi o engenheiro civil da obra do terceiro bloco do hospital, que na época foi um marco na cidade. “ Não vão encontrar um recibo sequer, pois não cobrei um centavo do meu trabalho e agora o destino me faz lembrar disso quando assumo a casa que ajudei a construir”, disse Stumm. A nova liderança do HCI se emocionou quando lembrou do momento que decidiu aceitar o convite para ser candidato a presidente. “Consultei minha família, meus filhos e minha esposa Eniva que está aqui e mesmo sabedores do desafio, me apoiaram integralmente”, disse. A nova diretoria voluntária, tem como vice presidente o médico Douglas Uggeri, como 1º secretário Marco Antônio Sagave, como 2ª secretário Sandro Viecili, como 1º tesoureiro Jaime Ghisleni, como 2º tesoureiro: Carlos Alberto Scapini. No Conselho Fiscal Efetivo estão Darcísio Perondi, Vito Cembranel e Jorge Braz e no Conselho Fiscal Suplente estão Evaldir Walker, Cesar Busnello e Eloir Scarton.

Leia também:  HCI de Ijuí: A DOAÇÃO DE SANGUE NÃO PODE PARAR!

“A comunidade de Ijuí e dos demais municípios da área de abrangência do HCI podem esperar de nós, muito empenho e comprometimento. Temos o apoio de muitas lideranças que fazem a diferença e vamos avançar e qualificar nosso hospital”, finaliza Paulo Roberto Stumm.

Fonte: HCI

Continue lendo
Patrocinado
Clique para comentar

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

João de Barro provoca interrupção de energia elétrica

Publicado

dia

Por

Foto: darcibergmann.blogspot
Quer receber notícias do Ijuí Notícias pelo whatsapp? Clique aqui

Um João de Barro foi a causa da interrupção no fornecimento de energia elétrica na madrugada desta segunda-feira em Ijuí. Segundo o Demei, no trabalho de construção da casa, o passarinho acaba bicando os fios para limpar o bico, e com a chuva ocorre um curto circuito que provoca o rompimento do cabo da rede e a consequente interrupção no fornecimento de energia elétrica. A ocorrência foi registrada na rua Manaus.

A falta de energia se deu das 4h30 às 5h45, atingindo residências dos bairros Mundstock, Burtet e partes do Centro.

Fonte: Redação Rádio Repórter

Continue lendo

Geral

Pastora diz que mãe tem que “meter a mão na cara” de filho para mostrar autoridade

Publicado

dia

Por

Para religiosa, "jovem rebelde" que enfrenta a mãe em casa deve apanhar. "Mostra pra ele que quem manda é você", disse Adriele Silva Ota. Foto: Reprodução
Quer receber notícias do Ijuí Notícias pelo whatsapp? Clique aqui

Um vídeo que circula na internet e que viralizou nas redes sociais mostra uma pastora, durante um culto em São Paulo, orientando os pais a como lidar com os filhos e os ensinando a mostrar autoridade. Para Adriele Silva Ota, da igreja Assembleia de Deus, jovem que enfrenta a mãe em casa “deve apanhar”. “Jovem que enfrenta a mãe e diz que está endemoniado… Mete a mão na cara, joga no chão e pisa no pescoço, mostra pra ele que quem manda é você (…) Mostra quem é valente”, disse a pastora.

De acordo com as imagens, o discurso foi aprovado pelo público no local. Enquanto Adriele pregava, é possível ouvir fiéis gritando e batendo palmas. “Filho rebelde, chega a hora que quer, ainda vai dormir até 15h. Aqui ó. Só faz isso na casa de pais e mãe frouxos. Se levantar a mão, eu quero o braço, se levantar a mão, eu dou nas suas pernas”, afirmou na pregação.

No entanto, alguns internautas desaprovaram a atitude nas redes sociais. “Que isso! Hoje pregam qualquer coisa e o povo dá glória”, escreveu um deles. “Queria saber onde tem isso na Bíblia! O povo da mais crédito ao homem do que a Bíblia”, observou outro. “Misericórdia. Será que ela faria isso com o filho dela?”, questionou uma terceira.

A pregação em questão da pastora Adriele foi realizada em um culto de mulheres no mês agosto. A missionária faz parte da “Família Ota”, em que até o filho mais novo, João Vitor Ota, atua como pregador mirim.

Em publicação recente nas redes sociais, a pastora reforça a defesa da violência contra crianças como forma de educar. “Mãe de verdade se for preciso #peganavarinha”, escreveu no Instagram.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Na sua #casa 🤗 quem manda é vc👊📖👮‍♂️👨‍✈️

Uma publicação compartilhada por Adriele Da Silva Ota (@adrieledasilvaota) em

O Sul

Leia também:  Video: Primeiro paciente com coronavírus do HCI de Ijuí está curado

Continue lendo

Geral

Amuplam ingressa com recurso para reverter bandeira vermelha na região de Ijuí

Publicado

dia

Por

Quer receber notícias do Ijuí Notícias pelo whatsapp? Clique aqui

A Associação dos Municípios do Planalto Médio (Amuplam) ingressou neste sábado, 24, com um recurso denominado “Pedido de Reconsideração” ao Gabinete de Crise para o Enfrentamento da Epidemia de COVID-19 do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, visando reverter a classificação dos municípios de Ajuricaba, Augusto Pestana, Bozano, Campo Novo, Catuípe, Chiapetta, Condor, Coronel Barros, Crissiumal, Humaitá, Ijuí, Inhacorá, Jóia, Nova Ramada, Panambi, Pejuçara, Santo Augusto, São Martinho, São Valério do Sul, Sede Nova que por ocasião da “apuração prévia” referente à 25ª rodada (com vigência entre 27.10.2020 a 02.11.2020) do Modelo de Distanciamento Controlado do Estado do Rio Grande do Sul, foram enquadrados na bandeira vermelha.

 

No pedido a AMUPLAM argumenta que embora houve uma piora em determinados indicadores, o sistema de saúde da Região suporta este aumento.

 

Os prefeitos entendem que a partir “do exame perfunctório (superficial) das informações atribuídas aos indicadores resta evidenciada a existência de disparidades e informações conflitantes que, cristalinamente, impactam e, uma vez aferidos, decisivamente, implicarão, por medida de justiça e adequação técnico-cientifica, na alteração no cálculo da bandeira ‘preliminarmente’ atribuída a esta região, classificada como ‘Vermelha’ para ‘Laranja’ ”.

 

A Associação justifica que “pela análise dos dados hospitalares, observa-se que os leitos clínicos estão com um baixo índice de ocupação, evidenciando-se que a probabilidade de se necessitar de Leito de UTI seja baixa”. Salienta que não há falta de leitos Covid-19 fora de UTI Adulto, estando sua ocupação na taxa de 8.9% (23/10/2020), de um total de 315 leitos.

 

Ainda, identifica-se que a Região R13-Ijuí apresenta uma baixa na ocupação de Leitos de UTI Adulto, onde no dia 15/10/2020 encontrava-se com taxa de 77,8% de ocupação. Já no dia 22/10/2020 essa taxa de ocupação estava 72,2%, e no dia 23/10/2020 a taxa de ocupação de UTI Adulto encontrava-se ainda menor, em 69,4%. Ou seja, a Região teve uma considerável redução em sua taxa de ocupação de UTI Adulto, o que deve ser especialmente considerado, argumentam os municípios.

Leia também:  Deputado Sanderson confirma indicação de 500 mil reais para o HCI

 

Com a relação à Macrorregião, visualiza-se que a Ocupação de Leitos UTI Adulto teve uma elevação de 1,9% na comparação dos dados do dia 15/10/2020 com os do dia 22/10/2020. Todavia, no dia 23/10/2020 sua taxa voltou a reduzir, totalizando 62.4% em sua ocupação. Lembrando que este índice é inferior aos apontados em outras semanas quando a Região-R13 foi classificada como bandeira laranja.

 

Com relação à Ocupação dos Leitos Fora de UTI Adulto na Macrorregião Missioneira, comparando os últimos 7 dias (15/10 a 22/10), identifica-se uma redução de 1.8% em sua ocupação

 

Além disso, de maneira comparativa, visando demonstrar haver as condições necessárias para a reclassificação da bandeira definida para a Região, chama a atenção a um dos indicadores considerado o mais grave dentre os utilizados para definição das bandeiras, qual seja, “projeção de número de óbitos para o período de 1 semana para cada 100.00 habitantes”. A Região-R13 apresenta projeção com índices inferiores a muitas das outras Regiões classificadas preliminarmente com bandeira final laranja.

 

Neste indicador, a região aparece com índice de 1,55, enquanto outras regiões como as de Capão da Canoa, Taquara, Novo Hamburgo, Canoas, Porto Alegre, Pelotas e Santa Rosa, apresentam índices superiores, no entanto, estão enquadradas na bandeira laranja.

 

Compara-se, inclusive, o número de novos óbitos em determinadas cidades que tiveram sua região classificada como bandeira laranja com a totalidade no número de óbitos na Região-R13, que foi 02 (dois).

 

Considerando que pela adoção dos critérios dispostos §5º do art. 21 do Decreto Estadual nº 55.240, dos 20 Municípios pertencentes a R13-Ijuí apenas 05 não adotariam os protocolos estabelecidos para bandeira laranja, os demais quinze (15) municípios poderão expedir decretos para tanto, ou seja, a manutenção da bandeira vermelha não impactaria de maneira significante para estes.

Leia também:  Prefeito Valdir Heck realiza reunião sobre a demanda crescente por energia em Ijuí

 

A entidade também reitera  que “o atendimento hospitalar da região continua apto ao acolhimento de pacientes, vez que os Leitos Covid-19 Fora de UTI Adulto possuem somente 8.9% de taxa de ocupação (23/10/2020) entre confirmados e suspeitos Covid19, bem como a taxa de ocupação de UTI Adulto encontrasse em 69.4%, e que a maioria dos tratamentos para Covid-19 não requer hospitalização, sendo a recuperação dos pacientes acometidos pela doença realizada no âmbito domiciliar, fazendo, assim, jus a nova avaliação compensatória relativa a classificação da Região.

 

O  recurso, que é assinado pelo presidente da associação, o prefeito de Pejuçara, Eduardo Buzzatti, finaliza requerendo que sejam reanalisados os indicadores para a definição da bandeira da Região R13-Ijuí, atribuindo para esta a classificação final na bandeira laranja.

 

O mapa definitivo, que será divulgado após análise dos recursos pelo Gabinete de Crise, na tarde de segunda-feira (26/10), por meio de notícia publicada no site do governo do Estado. A vigência das bandeiras da 25ª rodada começa à 0h de terça-feira (27/10) e se encerra às 23h59 de segunda-feira (2/11).

 

Administração Municipal de Ijuí disse que só vai se manifestar após a divulgação do resultado da análise do recurso. Como segunda-feira será observado ponto facultativo por ocasião do dia do servidor público, o executivo municipal só se pronunciará na terça-feira, 27, quando também editará novo decreto, observando as exigências adequadas ao  enquadramento definido após a análise do governo do RS e a publicação do mapa definitivo das bandeiras.

Fonte: Redação Rádio Repórter

Continue lendo

Newsletter

Receba as Notícias do site direto em seu email! Cadastre-se gratuitamente:
Patrocinado

Mais lidas da semana