Connect with us

Segurança

Video: Árvore cai em Ijuí e danifica rede eléctrica

Publicado

dia

Fotos: Caçadores de Notícias
Quer receber notícias do Ijuí Notícias pelo whatsapp? Clique aqui

Uma árvore caiu inteira na rua 13 de maio, próximo ao Rei das frutas em Ijuí, e acabou arrebentando fios da rede eléctrica.

 

Segundo informações de pessoas no local que um veiculo que estaria passando no local, quase foi atingido pela árvore. Pelas características da raiz da árvore ela já estava apodrecendo.

Demei e Bombeiros no local fazendo o trabalho de manutenção.

Veja o Video:

Video: Márcio Santos

Continue lendo
Patrocinado
Clique para comentar

DEIXE SEU COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

Operador de colheitadeira morre em acidente de trabalho

Publicado

dia

Por

Quer receber notícias do Ijuí Notícias pelo whatsapp? Clique aqui

Equipamento tombou sobre o operador quando fazia colheita de trigo

Um homem de 40 anos, morreu na tarde deste sábado(24) em Linha Panis, no interior de Entre Rios do Sul, em acidente do trabalho. Ele era o operador de uma colheitadeira que tombou quando trabalhava em uma lavoura de trigo.

O equipamento teria tombado sobre o corpo do operador, que teve morte instantânea. O homem foi identificado como sendo Arlei Gutti, empregado da propriedade onde ocorreu o acidente, segundo uma fonte próxima da família.

A área onde ocorreu o acidente foi isolada por policiais militares e o IGP foi acionado pela polícia judiciária. Depois da perícia no local, o corpo foi encaminhado ao IML

acident do trabalho
Entre Rios do Sul
colheitadeira
por acident do trabalho, Entre Rios do Sul e colheitadeira

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continue lendo

Ijuí

Fogo destrói residência no bairro 15 de novembro em Ijuí

Publicado

dia

Por

Créditos: Repórter Janio Fernandes
Quer receber notícias do Ijuí Notícias pelo whatsapp? Clique aqui

Uma residência de madeira no bairro 15 de novembro foi completamente destruída pelo fogo, nesta tarde de quinta-feira (22).

Segundo o Sargento do Corpo de Bombeiros de Ijuí, fala ao repórter Janio Fernandes que suspeita se que o causador do incêndio seria um fogão a lenha que estava sendo usado no momento do incêndio. O próprio morador relatou ao Sargento que tinha deixado o fogão aceso enquanto saiu, e que provavelmente caiu algum graveto ou lenha no chão e iniciou a chama, já que na moradia não tinha energia elétrica.

A secretaria de desenvolvimento social também foi acionada, para dar um apoio á esta pessoa que perdeu tudo no incêndio.

 

Veja também: Incêndio consome residência no Bairro Thomé de Souza em Ijuí (Video)

Continue lendo

Segurança

Após surto de intoxicação por suspeita de consumo de picolé, secretaria da Saúde do RS faz alerta

Publicado

dia

Por

Xangri-Lá registrou surto de vômito e diarreia neste fim de semana — Foto: Secretaria de Saúde de Xangri-Lá/Divulgação
Quer receber notícias do Ijuí Notícias pelo whatsapp? Clique aqui

Em Xangri-Lá, mais de 140 pessoas procuraram atendimento com sintomas como diarreia e vômito. SES informou que há relatos de casos em Canela e Gramado. Fabricante nega que infecção seja por causa do consumo de picolé.

A Secretaria Estadual da Saúde (SES) emitiu um alerta, na terça-feira (20), sobre o consumo de picolés da marca Frutibom, após um surto de intoxicação em Xangri-Lá, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul. Mais de 140 pessoas procuraram atendimento médico na cidade.

Segundo a SES, o Programa Estadual de Doenças de Transmissão Hídrica e Alimentar foi notificado na última segunda (19) sobre a ocorrência de casos, principalmente em crianças, que buscaram atendimento. Os pacientes tiveram sintomas como náusea, vômitos, dor abdominal e diarreia após a ingestão de picolés da empresa Caliston Otoniel Oliveira, que fabrica a marca Frutibom.

Até o momento, cerca de 200 casos já foram identificados em Sapiranga e Xangri-lá, além de relatos ainda não contabilizados nas cidades de Canela e Gramado, informou a SES. Todas as pessoas foram atendidas ambulatoriamente, sem necessidade de hospitalização, de acordo com a secretaria.

Após os casos, a empresa passou a ser investigada por suspeita de causar surto de doença de transmissão hídrica alimentar. A SES informou que amostras do produto e da água utilizada na produção foram encaminhadas para análise laboratorial, assim como exames de pessoas com sintomas para a identificação da doença.

A SES informou também que o local não possuía licença para a produção do alimento.

Fabricante nega

 

“Eu comercializo o meu picolé somente em Sapiranga. Eu não sei como, o meu picolé nem sequer vai até lá [Litoral]. Tenho minha produção de picolé aqui. Um mercadinho vem e compra de mim. Eu não tenho controle dos meus clientes, pra onde tão levando”, destaca.

Para Caliston, o picolé não foi o responsável pela intoxicação. “Não há lógica. Eu tenho total certeza da procedência do meu picolé”, afirma.

Ele relata que está auxiliando a Vigilância em Saúde nas análises que estão sendo realizadas nos produtos usados na fabricação dos picolés, e acrescentou que, na sexta-feira (23), um laudo completo deve ficar pronto. “Estarei provando com esse laudo que meu picolé não tem nada a ver com isso”, diz.

Sobre a licença para a produção, o fabricante explica: “Meus alvarás estão em andamento, pois a procedência do meu picolé está tudo ok”.

A Vigilância Estadual em Saúde alerta que todas as vigilâncias municipais devem notificar casos identificados do surto.

“Todos os produtos (gelados comestíveis) Marca Frutibom não devem ser consumidos como medida preventiva até a finalização da investigação”, informa.

 

Recomendações da Secretaria da Saúde

 

Em caso de ingestão de produtos da marca Frutibom, os consumidores que apresentarem qualquer sintoma como náusea, vômitos, dor abdominal e diarreia, devem seguir as seguintes orientações:

  • Contate imediatamente a Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de seu município ou para o Disque-Vigilância do CEVS, através do fone 150;
  • Procure atendimento médico, caso necessário;
  • Mantenha o produto na embalagem original, fora do alcance de crianças;
  • Caso possua unidades fechadas do produto em seu poder mantenha-o guardado até novas orientações da vigilância.
Leia também:  Detentos gaúchos receberão chamadas de áudio e vídeo de familiares durante a pandemia de coronavírus

Por G1 RS

Continue lendo

Newsletter

Receba as Notícias do site direto em seu email! Cadastre-se gratuitamente:
Patrocinado

Mais lidas da semana